Bolonha: cidade base para conhecer o norte da Itália

Eu não disse?

Capital e maior cidade da Emilia-Romagna, Bolonha (ou Bologna em italiano) é uma cidade cheia de história, conhecimentos e uma das melhores gastronomias da Itália. A cidade por si só vale entrar no seu roteiro. Mas uma de suas características que mais chama a atenção dos turistas, é a sua localização dentro do país.

Bologna está estrategicamente localizada no meio do norte italiano, se tornando passagem (quase) sempre obrigatória entre os transportes que vão do norte ao sul e vice versa. Então, está planejando conhecer o norte da Itália? Considere ter Bologna como a sua cidade base.

Morei em Bologna por 6 meses como estudante da Università di Bologna. Nesse período tive condições de fazer várias viagens dentro e fora da Itália partindo de Bologna. Foi, inclusive, um dos motivos que me fizeram escolher Bologna para morar. Dentro da faixa de EUR 3 a EUR 10 o trecho de trem, existem várias cidades que dá para visitar como um bate e volta de Bologna, como Ferrera, Modena, Parma, Ravenna, Rimini, Siena, San Gimignano, Verona, San Marino

Como chegar em Bolonha

Quando estiver planejando o seu roteiro, a primeira coisa a se pensar é como você vai chegar até Bologna. Por ser uma cidade tão central para as outras, Bologna é repleta de opções de transporte.

Aeroporto Internacional Guglielmo Marconi (BLQ)

A mais comum para estrangeiros é a chegada pelo Aeroporto Internacional Guglielmo Marconi. Voos saindo do Brasil, fazem alguma conexão dentro da Europa antes. Eu fui pela TAM até Londres, onde troquei de avião para a British Airways e fiz Londres – Bologna. O aeroporto é de porte médio e não é muito afastado da cidade (fica a 7 km do centro).

Para sair de lá e chegar até o centro de Bologna (ou ir do centro até o aeroporto), basta pegar o ônibus próprio de shuttle, o Aerobus. Existem duas opções de trajetos para esse ônibus. Uma é a linha Aeroporto – Fiera Aldo Moro. Este te leva até um contro onde acontecem feiras grandes na cidade.

Se você que ir para o centro histórico, pegue o ônibus da linha  Aeroporto – Stazione Centrale, que acaba na estação central de trem, a Bologna Centrale. Ela fica no inicio do centro histórico, então é muito fácil andar a partir da estação. Em ambas as linhas, o ônibus faz várias paradas dentro da cidade até chegar no ponto final. O ônibus gasta em torno de 25 minutos para chegar até a estação.

O bilhete pode ser comprado antes na estação central em uma lojinha que fica na lateral esquerda virada para a parada do ônibus, em um toten de venda na própria parada ou dentro do ônibus com o motorista. Nas duas primeiras opções, é possível usar cartão, mas com o motorista é só em dinheiro. Não precisa ter o dinheiro trocado, mas é melhor evitar notas muito grandes. O valor do bilhete é de EUR 6 cada trecho.

O primeiro ônibus sai do aeroporto às 05:30 e o último às 00:15. Já da estação central, o primeiro sai às 05:00 e o último às 23:35. Para conferir os horários, clique aqui.

Para quem quiser fazer esse trajeto de táxi, o valor fica entre EUR 18 e EUR 20.

Para quem precisar comer alguma coisa no aeroporto, os preços não são tão abusivos como costumam ser. Na parte de desembarque tem até um supermercado, ajuda bem. Ah, e é possível passar a noite e dormir no aeroporto, caso você precise! Não é a coisa mais confortável do mundo, mas sabemos que acontece.

aviao-italia-bologna-cidade-base

Chegando de trem

Como eu havia dito, a maioria das linhas de trem do norte da Itália passam por Bologna. Não que isso afete o preço das passagens, mas te garante uma enorme variedade de horários para viajar. Para quem quer viajar de trem dentro da Itália, as companhias são a Trenitalia e a Italotreno. Para ir de trem de outro país na Europa até Bologna, a pesquisa é um pouco maior. Vai depender de qual país você vai estar. Para começar as pesquisas, sugiro o site Rome2Rio, que informa como chegar de uma cidade a outra.

regional-train-1429842

Chegando de ônibus

Costuma ser a opção mais barata. Pode fazer todo o trajeto da sua viagem ou completar algum voo ou trem que você tenha encontrado com um bom preço. Em 2015, em uma promoção de inverno da empresa Megabus, fiz o trajeto Bologna – Paris por EUR 0,50. Não foi muito confortável e demorou muito, mas foi quase de graça! Não existem muitos ônibus diretos de Bologna, então nesse caso, por exemplo, fiz Bologna – Milão – Paris.

Saindo de Bologna dá pra ir para Milão, Roma, Florença, Veneza, etc. Bologna é a terceira cidade com mais conexões de ônibus na Itália, atrás de Milão e Roma, apenas. As principais empresas que fazem transporte de ônibus na Itália são: Megabus, Flixbus, Buscenter.it e Baltour. Você pode fazer a comparação de preços nesse site.

Como se locomover em Bologna

Bom, essa é muito fácil. A pé! As atrações da cidade estão no contro histórico, que mesmo não sendo muito pequeno, é completamente “andável”. Quando estiver chegando ou saindo, cheio de malas, vale a pena pegar um ônibus ou um táxi. O táxi fica em torno de EUR 10 a EUR 15 para andar dentro do centro histórico. Já o ônibus, custa EUR 1,30. Existem vários tipos de bilhete: EUR 5 para o de 24 horas, EUR 12 para o City Pass de 10 viagens. Para conferir as opções, clique aqui.

ATENÇÃO: A Itália tem um sistema de validação do bilhete de ônibus e trem. Não existe cobrador, então passam alguns fiscais aleatoriamente conferindo se as pessoas tem bilhete. Se não tiver, ou o bilhete não estiver validado, a multa gira em torno de EUR 60. Então quanto estiver com o bilhete em mãos, entre no ônibus e valide na maquininha que tem bem na entrada. No caso do trem, existem várias máquinas verdinhas espalhadas pela estação onde você pode validar. É bem simples, basta colocar o bilhete dentro dela e ela já marca data e hora.

bolonha-italia-bologna-cidade-base

Onde se hospedar em Bologna

Bologna não tem as hospedagens mais baratas, mas costumam estar dentro da faixa de preços da Itália (que já é um pouco cara com hospedagem). A minha maior recomendação é que você se hospede dentro do centro histórico ou o mais próximo possível dele. O centro histórico de Bologna é tudo o que está dentro da avenida circular.

É lá que estão todas as atrações, restaurante, lojas, gelaterias… Hospedar lá te garante não gastar com transporte, poupar seu tempo de locomoção e participar das atividades da cidade, especialmente a noite, quando a região da Piazza Maggiore se torna o melhor lugar do mundo para estar.


Booking.com

Navegador, ao reservar sua hospedagem no Booking.com por este link acima, o DDN receberá uma pequena comissão. Não se preocupe, você não paga nadinha a mais por isso!

😀

Região Universitária

Para quem gosta de uma noite mais agitada, é uma boa ideia ficar perto da região universitária, que vai da região direita da Via dell’Independienza até a Università di Bologna. Nessa parte exitem muitos bares e restaurantes e os estudantes costumam se reunir na Piazza Giuseppe Verdi a noite.

Região da Piazza Maggiore

Quem se hospedar mais perto da Piazza Maggiore, estará no coração de Bologna. Ali estão várias das atrações da cidade e é uma região muito movimentada. Não é tão badalada como a região universitária, mas é ali que estão vários bons restaurantes, as melhores lojas e a maioria dos turistas. Um detalhe sobre Bologna é que as lojas dessa região fecham bem mais tarde que o horário comercial e também ficam abertas o dia inteiro no final de semana. Com isso, a região está sempre cheia de pessoas passeando e tem muita coisa para fazer!

Próximo a Estação de Trem

Para pessoas que não importam de andar um pouco mais e são mais práticas, ficar perto da estação de trem também é uma boa opção. A estação está no início do centro histórico, então é possível fazer tudo a pé! Se estiver longe a ponto de precisar de ônibus, pode não vale a pena!

Como tive residência fixa em Bologna, não tenho uma hospedagem que eu usei e recomendo, mas acredito que dentro dessa região não tem muito erro.

Domingo: dia da saudade #bologna #italia #saudade #italy #travel

A post shared by Marcela Falco Domingos (@falcomar) on


Conheça as 6 regras de outros países que você precisa conhecer antes de viajar!

E aí, curtiu? Compartilhe com seus amigos!

Lembre-se que o DDN está aberto a críticas e sugestões via Facebook, comentários e através do nosso contato direto.

Nós estamos sempre atualizados com as melhores dicas para viajar barato! Coloque seu nome e e-mail abaixo para receber gratuitamente novas publicações do Diário de Navegador em sua caixa de entrada! 😀

Não vai ficar fora dessa, né?

Escrito por
Mais de Mar Falco

Visitando Auschwitz: saiba como entrar de graça

Quem visita a Polônia não costuma se esquecer de reservar um dia...
Leia Mais

Compartilhe suas ideias