Cesky Krumlov: o conto de fadas da República Tcheca

Cesky Krumlov é considerada hoje a segunda cidade mais visitada da República Tcheca. Localizada a 180 km de Praga, a cidade é conhecida por parecer um cenário de conto de fadas durante o dia. Já durante a noite… a fama é outra: cenário de terror.

Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, a cidade é conhecida por ser uma miniatura de Praga. Para mim, elas possuem charmes muito diferentes. Cesky Krumlov é uma pequena cidade de 22 km² e cerca de 15 mil habitantes que parece ter sido tirada de um livro. Possui o segundo maior castelo do país e, tanto o castelo quanto a cidade, tiveram sua construção iniciada por volta do século XIII.

Cesky Krumlov República Tcheca 3

O estilo das casas, ruas e principalmente o castelo, fazem da cidade um conto de fadas. Mas as lendas contadas na cidade deixam um ar misterioso e um pouco amedrontador. Vendo o anoitecer na região, dá pra entender o motivo desta fama. A cidade vai ficando fria, deserta e um pouco assustadora. Muito contrastante com a imagem que passa durante o dia: uma linda e simples vila tcheca que ficou confusa com estilos arquitetônicos e quis todos.

Recomento muito a quem vai a tirar um tempo para fazer um Free Walking Tour (saiba mais aqui). Basta se dirigir até a praça central da cidade e encontrar o grupo do tour (sugiro perguntarem no centro de informação ao turista – também na praça – os horários dos tours). Fiz um destes Free Walking Tour e ouvi várias histórias curiosas. Até uma envolvendo um membro da família real e uma moça da cidade que tiveram um relacionamento não muito agradável, pois o cara jogou ela pela janela do castelo. Sim, pela janela de um castelo construído na parte mais alta da cidade. Existe também a lenda de um professor que foi amaldiçoado e até hoje vaga pela escola.

Além disso, os guias contam sobre as famílias que já comandaram a cidade. São informações importantes, pois podemos ver traços delas até hoje. Um grande exemplo disso, são os ursos que ficam no castelo. Sim, ursos. Dois deles na verdade. Foram colocados lá pela família Rožmberk, que acreditava descender da família italiana Orsini (orso é italiano para urso) e quiseram ser associados à eles por meio dos ursos. Não consegui vê-los, pois como era inverno, estavam hibernando longe dos olhos dos turistas. Mas só de saber que estão lá, já achei bem legal.

Cesky Krumlov República Tcheca 4

Saber desta fama da cidade ajuda muito. Sem perceber, sentei com o Nic em um canto da cidade e começamos a contar as piores histórias que já tínhamos ouvido falar. Nem preciso falar que a cidade ficou sombria depois disso, né.

Cesky Krumlov República Tcheca 5

Quem visita a cidade durante o verão, se depara com artistas de rua, muitos turistas e pessoas nadando no rio. Como visitei Český Krumlov no inverno tive outra impressão. Vi uma cidade bem fria e charmosa, perfeita para um day trip de um autêntico inverno europeu. A cidade acabou misturando vários estilos arquitetônicos (gótico, renascentista, barroco) o que faz dela única.

O que conhecer em Cesky Krumlov

A cidade em si é uma atração. Passear pelas ruas (a princípio, um pouco parecidas com um labirinto), ver as pessoas em suas rotinas e curtir o visual da cidade e das redondezas, já vale a ida. Além disso, vale lembrar que a cidade abriga o segundo maior castelo do país. É de lá que você vai ter a melhor vista da cidade – existe um mirante, não dá pra passar despercebido. O castelo de Český Krumlov é muito mais parecido com a ideia romantizada que temos de um castelo do que o de Praga.

Enquanto estiver passeando pela cidade, não deixe de reparar nas imagens desenhadas nas paredes que ironizam o turistas modernos. Ironicamente, é uma atração turística. Além disso, lembre-se de notar na arquitetura das casas. Algumas delas misturam estilos, então você pode ver cada andar com um padrão diferente. É bem bacana.

Cesky Krumlov República Tcheca 6
Espelho, espelho me diga, quem é a mais bela do mundo?”

Como a cidade é muito pequena, dá para conhecê-la em um dia. Algumas pessoas gostam de passar uma noite por lá para sentir o outro lado da cidade. Quando fui era inverno, logo anoitecia por volta de 16 horas, então preferi dormir em Praga mesmo, pois pude fazer noite e dia bem feitos neste tempo. Ambas ideias me parecem ótimas.

Sugiro que subam na torre do castelo, pois é a parte mais alta da cidade (a igreja diz ser a sua torre, mas dá pra ver que estão enganados). Mas atenção: no domingo a torre está fechada e não é possível visitá-la. A entrada no castelo é gratuita, mas para conhecer seu interior e subir na torre, é necessário pagar a entrada.

Cesky Krumlov República Tcheca 2
Dentro dos muros do castelo.

Como chegar em Cesky Krumlov a partir de Praga

Não existem trens diretos entre Praga e Český Krumlov, é preciso fazer baldeação. Por isso, é mais fácil fazer o passeio de ônibus. Fui pela empresa Student Agency e recomendo muito. A passagem custa menos de 10 euros cada trecho. Os ônibus são bem confortáveis, com televisão e direito a uma bebida quente.

O trajeto dura cerca de 3 horas e o ônibus sai e retorna para Praga pela estação Praha Hoesovice – acessível por metro. Český Krumlov possui apenas uma rodoviária.

Para saber mais sobre o que fazer em Praga e nas proximidades, clique aqui.


E aí, curtiu? Compartilhe com seus amigos!

Lembre-se que o DDN está aberto a críticas e sugestões via Facebook, comentários e através do nosso contato direto.

Nós estamos sempre atualizados com as melhores dicas para viajar barato! Receba gratuitamente novas publicações do Diário de Navegador por e-mail! 😀

Não vai ficar fora dessa, né?

Escrito por
Mais de Mar Falco

Terezín: o campo de concentração propaganda na República Tcheca

A República Tcheca tem uma história forte e parte importante dela está...
Leia Mais

2 Comentários

  • amei esse post e com certeza entrou para o meu roteiro de viagens ,quero ir no inverno e estou cogitando passar o natal em Paris sempre foi meu sonho .

    • Eu particularmente amei a Republica Tcheca no inverno! Adoro frio, então não foi um problema pra mim. Como sei que os dias são mais curtos, aumentei os dias que ficaria em cada cidade para não sair prejudicada com o tempo. Cesky é uma cidade linda! Queria ter visto com neve, mas não nevou no ano que fui. Um dia volto pra vê-la “branquinha” 🙂
      Se você for passar o Natal em Paris, conta pra gente depois como foi! É um dos meus sonhos também!

Compartilhe suas ideias