Descubra como economizar na sua viagem para a Espanha

Por estar na zona do Euro, a Espanha acaba sendo um país um pouco caro de se conhecer. Pela minha experiência, não está entre os mais caros do Euro, mas ainda assim, a moeda é um pouco desfavorável e o custo de vida um pouco alto. Para fazer a nossa viagem pela Espanha, foi preciso muito planejamento. E é com este espírito que resolvemos fazer um post para te ajudar a economizar na Espanha!

Como eu já disse, a nossa viagem envolveu muito planejamento. Essa é a primeira dica para quem quer economizar em uma viagem. Quando você se planeja bem, pesquisa e cria rotas e atividades alternativas, suas chances de economizar aumentam muito.

Quando falo de planejamento me refiro justamente ao esqueleto da viagem. Pesquise as melhores rotas e os meios de transporte, consulte e analise bem as opções de hospedagem e saiba o que pretende conhecer.

Descubra: Seguro Viagem – vale a pena contratar?

  1. Como economizar com transporte

O transporte pode ser um peso financeiro muito grande na sua viagem. Por isso, sempre pesquise diferentes meios de transporte e rotas para chegar até onde você quer.

A Espanha é um destino muito procurado na Europa, então existem várias opções de trens, ônibus e aviões. Aí vai depender muito de onde você está. Primeiramente, existem voos diretos do Brasil pelas companhias aéreas Iberia e LATAM. Para quem já está na Europa, uma boa opção de voos são as empresas low coast Ryanair e EasyJet. Para quem quer ir de trem, uma opção muito comum na Espanha são a Rail Europe e a Renfe. Por fim, não deixe de conferir empresas de ônibus como Megabus e ALSA.

Saiba mais: 6 dicas de como encontrar passagens aéreas baratas!

Com o transporte dentro das cidades da Espanha, considere fazer tudo (ou quase tudo) a pé. Acreditamos que a grande graça das cidades está na suas ruas, nas pessoas e nos trajetos. Evite pegar metro ou ônibus para todos os lugares e gaste mais tempo andando pelas belíssimas cidades espanholas! Quando precisar usar o transporte público, analise bem quantas vezes irá usar e escolha entre o bilhete individual ou os bilhetes diários ou para mais de um dia.

Se você é o tipo de viajante que adora seguir de metro até as atrações e gastar mais tempo nelas, o bilhete diário ou para mais de um dia são uma ótima opção. Ele acaba saindo mais em conta e te dá a segurança de já estar com o transporte garantido.

No nosso caso, optamos por caminhar pelas cidades na maioria das vezes e usar o transporte público apenas quando necessário. Por isso, sempre compramos os bilhetes individuais na Espanha. Mais uma vez, planeje-se para economizar!

Conheça: 6 regras de outros países que você precisa conhecer antes de viajar.

  1. Como economizar com as atrações

Uma dica bem usada na Espanha é comprar os ingressos das atrações pela internet. A Espanha tem atrações um pouco caras, então economizar nos ingressos vai te ajudar a ter uma viagem mais barata. Além disso, com o bilhete comprado na internet, você evita filas!

Você pode comprar os ingressos por esse site.

Para quem quer conhecer a Espanha e não pretende gastar tempo e dinheiro com muitas atrações, pesquise quais são as atrações gratuitas na cidade que você vai. Não são muitas, mas em Barcelona por exemplo, você pode visitar igrejas como a Santa Maria del Mar, a Catedral de Barcelona e o Parque do Tibidabo.

Além disso, aproveite para curtir as praias (se tiver na cidade que você vai) levando sua toalha e seus próprios lanches. Assim economiza com aluguel de cadeira e com refeições, que acabam saindo muito caro. Aproveite também para passear pelas ruas La Rambla – as ruas mais centrais e movimentadas da Espanha, cheias de lojas e bares.

Saiba mais: União Europeia vai mudar o controle de entrada de turistas.

  1. Como economizar com alimentação

A primeira dica que dou é uma que uso em todas as minhas viagens e sempre me permitiu economizar muito. Vá ao supermercado e compre sua comida! Se você está em um hostel, casa ou qualquer outra hospedagem que te permite cozinhar, seu economia será bem grande. Cozinhar a própria comida te permite economizar em absolutamente todas as refeições.

É uma coisa que sempre valorizamos muito em um hostel. Se ele tem cozinha, mas é um pouco mais caro, ainda vale a pena. O ruim é quando não encontramos nenhuma opção com cozinha. Mas ainda assim é possível economizar.

Vá ao supermercado e compre suas garrafas de água (em bares, lojas e na rua custam bem mais). Além disso, compre lanches que não precisam ser refrigerados o tempo todo, como sanduíches, pão, sucos, refrigerantes, bolachas (ou seriam biscoitos?) e até barrinhas de cereal. Desta forma, você não precisa gastar mais indo em uma padaria ou lanchonete. Para itens que precisam ser refrigerados, basta comer na hora. Identifique o supermercado mais perto de você e use-o sempre.

Descubra mais: Saiba onde comer barato em Paris

A Espanha, a grosso modo, não é um país de alimentação muito cara. Procurando bem na sua região, é possível encontrar restaurantes com preços mais em conta. Para achar esses restaurantes a primeira coisa é se afastar um pouco dos pontos turísticos. Você não irá encontrar nada barato por ali. Preste atenção onde os espanhóis estão indo e procure segui-los. Os nativos costumam sinalizar comidas típicas legítimas e mais baratas.

Nos restaurantes, procure o “menú del día”. É tipo um “prato feito” brasileiro e costuma ser bem servido, gostoso e barato. Para beber, sempre dê uma olhada nos vinhos (principalmente o vinho da casa), já que vinho é uma bebida mais em conta na Espanha.

Saiba quais alimentos você pode trazer da sua viagem!

  1. Como economizar com hospedagem

Esse tópico segue uma regra geral que independe da Espanha. Aqui a dica é reservar com antecedência e ser flexível na data e na localização. Concordo que a localização diz muito sobre o seu passeio e sempre procuro ficar bem localizada nas cidades (até porque te ajuda a economizar com transporte!) Mas seja um pouco flexível e tente se afastar um pouquinho do centrão turístico. Ficar do lado dele ao invés do meio dele é tão bom e perto quanto, só um pouco menos glamoroso. É como escolher se hospedar em frente a Torre Eiffel ou três quarteirões ao lado. Pode ter certeza que a diferença de preço é grande.

Saiba mais: 7 dicas para encontrar hospedagem barata (ou até grátis!)



Booking.com

Navegador, ao reservar sua hospedagem no Booking.com por este link acima, o DDN receberá uma pequena comissão. Não se preocupe, você não paga nadinha a mais por isso!

😀

Aproveite para escolher uma hospedagem que fique próxima a alguma estação de metrô. Mesmo usando pouco o transporte, é um grande facilitador. Procure também hospedagens que ofereçam alguma refeição e compare com alguma que não ofereça. Em uma diferença muito pequena pode ser uma grande ajuda, como aconteceu com a gente em Barcelona (saiba mais aqui). Se for uma diferença um pouco grande, considere comprar sua refeição no supermercado e economizar na hospedagem.

Uma última dica para economizar com hospedagem é dar preferência para viajar de noite. Quando você compra um ônibus ou trem noturno, acabam economizando com uma diária. A maioria esmagadora de hostels na Europa, deixam você guardar a sua mala em uma salinha deles depois de ter feito o check out. Se for viajar de noite, não precisa pagar a hospedagem desse dia. Por exemplo, você está saindo do hostel às 10 horas da manhã de uma sexta feira. Se for viajar durante a noite de sexta para sábado, sua próxima hospedagem será a partir das 10 horas de sábado. Desta forma, você não está pagando pela hospedagem de sexta para sábado, pois irá passar a noite dentro do transporte.

Usamos muito desse tática! Principalmente na nossa viagem da Grécia e também entre Praga e Budapeste. Só nessas duas viagens, já foram umas 3 diárias economizadas!

Conheça: Hospedagem grátis pelo mundo: o que é Couchsurfing?

  1. Como economizar com aluguel de carro

Antes de alugar um carro, analise a real necessidade de gastar dinheiro aqui. A Europa no geral é muito bem conectada e existem várias empresas de transporte e elas sempre fazem promoções. Verifique se o aluguel de um carro não vai encarecer muito sua viagem!

Se for uma coisa que realmente quer (ou precisa), busque reservar com antecedência. Mais uma vez, se planejar e preparar antes ajuda a poupar uma graninha. Fique de olho também nas promoções. Outra vantagem da antecedência é poder monitorar os sites e aguardar promoções (busque fazer isso na janela anônima).

Compare o preço das empresas! Pode achar uma grande diferença entre elas. Para isso, use este site.

Saiba mais: O que conhecer em Barcelona.


Barcelona Pass

Aqui vai uma dica valiosa para conhecer Barcelona! A cidade tem várias atrações legais e as vezes você vai precisar andar muito para chegar até elas. Sem contar que normalmente as filas para entrar são grandes e tomam uma parte do seu dia. Mesmo sendo um cartão pago, ele gera uma economia muito grande, já que te permite conhecer atrações, se transportar de graça e ainda ter desconto em vários bares e restaurantes. Não deixe de considerar essa opção!

Para evitar as filas e conseguir visitar tudo o que quer, a minha sugestão é que você compre o Barcelona Pass. Com ele, você consegue ver as atrações pagando menos!

O Barcelona Pass te dá direito a conhecer (sem fila) as atrações mais famosas da cidade, além do estádio do Barcelona, tour pela cidade, tour gastronômico (Jamón Experience), Aquário de Barcelona e o famoso ônibus hop on hop off. Além disso, que tem o Barcelona Pass ainda tem desconto em vários bares e restaurantes de Barcelona.

O site do Barcelona Pass ainda conta com um guia gratuito para te ajudar a planejar o seu roteiro. É só entrar no site e fazer o download!

Ah! Ainda tem mais um benefício: com o cartão, você tem acesso ilimitado e gratuito a todos os transportes públicos de Barcelona (metro, Montjuïc funicular e ônibus). Além disso, ainda cobre rotas de chegada e saída do aeroporto.

Para te deixar mais seguro com a compra do cartão, o Barcelona Pass tem uma garantia de devolução de 30 dias após a compra. A única condição é que o cartão não tenha sido usado. Mas se você comprar antes da sua viagem e depois ver que não vai ser necessário, ou chegar em Barcelona e não usar o cartão, é só pedir o reembolso (desde que dentro dos 30 dias). O reembolso só vale também para compras efetuadas no site do Barcelona Pass (que é o que estou disponibilizando aqui).

O Barcelona Pass pode ser comprado para 2 ou 3 dias. Funciona da seguinte maneira: esses 2 ou 3 dias começam a valer a partir do momento que você usa pela primeira vez, seja em uma atração ou transporte.

Para comprar o cartão, basta acessar esse link e efetuar a compra online. O site é extremamente seguro! Você pode optar por receber o Barcelona Pass em casa antes da sua viagem ou retirar em Barcelona quando chegar.


E você? Já esteve na Espanha? Compartilhe sua experiência!

Lembre-se que o DDN está aberto a críticas e sugestões via Facebook, comentários e através do nosso contato direto.

Nós estamos sempre atualizados com as melhores dicas para viajar barato! Coloque seu nome e e-mail abaixo para receber gratuitamente novas publicações do Diário de Navegador em sua caixa de entrada! 😀

Não vai ficar fora dessa, né?

Compartilhe suas ideias