Madrid: um passeio pela capital espanhola

Capital e maior cidade da Espanha, Madrid tem uma área metropolitana de quase 6,5 milhões de habitantes. É também a terceira maior cidade da Europa, perdendo apenas para Londres e Berlim. Madrid tem uma história muito antiga e já passou por várias dominações e religiões. Toda a sua história culminou em uma cidade viva, completa, bem localizada e cheia de coisas legais para se conhecer! Então vem com a gente e descubra o que conhecer em Madrid!

Fico um pouco triste em dizer que não tivemos muitos dias em Madrid. Como compramos nossas passagens aéreas de promoção, tínhamos uma data de ida e volta inflexível, então tivemos que organizar a viagem de acordo com nossas preferências. O Nic queria muito conhecer o máximo de Barcelona, pois sempre ouvimos maravilhas sobre a cidade. Eu queria mesmo era conhecer Toledo. Então, acabamos encurtando os dias em Madrid para satisfazer essas duas cidades. 

Saiba mais: Descubra como economizar na sua viagem para a Espanha.

Vou dizer que não me arrependo. Barcelona realmente tem muita coisa para ser vista e acho que menos que os 4 dias que ficamos seria muito pouco. Toledo também foi um passeio acertado! Fiquei simplesmente apaixonada pela cidade. Mas devo dizer que achei muito ruim não ter conhecido mais de Madrid. A cidade me surpreendeu muito!  Achei que seria só mais uma cidade grande da Europa, mas confesso que fiquei morrendo de vontade de voltar.

Planejamos ter 2 dias inteiros em Madrid e um dia para fazer um bate e volta até Toledo. Mas tivemos um probleminha com o transporte. Atrasamos muito para chegar em Madrid e o caminho até o hostel também foi demorado, pois chegamos na hora do rush. Com isso, perdemos quase um dia inteiro na cidade. Eis a minha chateação. Mas tudo bem, sem dúvidas voltaremos em Madrid e também faremos mais cidades nas redondezas!

Como chegar

Chegar até Madrid é muito fácil. É a maior e mais importante cidade da Espanha, então existem várias opções de trens, ônibus e aviões. Aí vai depender muito de onde você está. Primeiramente, existem voos diretos do Brasil pelas companhias aéreas Iberia e LATAM. Para quem já está na Europa, uma boa opção de voos são as empresas low coast Ryanair e EasyJet. Para quem quer ir de trem, uma opção muito comum na Espanha são a Rail Europe e a Renfe. Por fim, não deixe de conferir empresas de ônibus como Megabus e ALSA.

Saiba mais: 6 dicas de como encontrar passagens aéreas baratas.

Fizemos o trajeto Barcelona – Madrid pela ALSA por EUR 35. O trajeto durou 7 horas, mas foi bem tranquilo. Depois, fiz Madrid – Bolonha, na Itália (onde morava na época) pela Ryanair por EUR 20.

Espanha: saiba o que conhecer em Barcelona.

Onde se hospedar

Ficamos em um hostel super legal em Madrid. Era bem localizado, próximo a estação de metrô Sol, na Puerta del Sol e perto de várias atrações como o Teatro Real, a Plaza Mayor, o mercado San Miguel e o parque onde fica a Plaza de Oriente. O hostel é o Hostel Meeting Point Madrid. Tem uma cozinha bem grande e completa, com boa interação entre os viajantes, os quartos e banheiros são limpos e arrumadinhos e os funcionários super educados. Recomendamos muito! O bairro vizinho, o Malasaña também é uma boa opção.

Recomendamos a região do hostel no geral. Acredito que qualquer hospedagem naquela região vai ser uma boa. Tem metrô fácil e está próximo às principais atrações da cidade. A vida noturna da cidade nessa região é muito bacana também! Comemos tapas deliciosos na Taberna El Papelón na rua Calle de Atocha e aproveitamos muito o movimento noturno da cidade para passear, já que tivemos pouco tempo em Madrid.

Se tiver a oportunidade, experimente alguns pratos típicos de Madrid e da Espanha no geral. Além dos clássicos tacos, tem também o bocadillo de calamares (sanduíche de lula), pintxos, trufas (recomendamos a La Mallorquina na Puerta del Sol), beba uma caña (ou um vermouth), tortillas de patatas, salmorejo, acetunas, croquetas ( para esses recomendamos o Bodega La Ardosa, no bairro Malasaña).

O que conhecer em Madrid

Pelo pouco que eu pude conhecer de Madrid, acredito que o grande passeio é andar pelas ruas e curtir o movimento da cidade. E não é porque Madrid tem pouco para ver, mas é que a cidade é tão viva e as ruas tão lindas, que dá vontade de só ficar andando o dia todo.

Palácio Real de Madrid

Conseguimos conhecer algumas coisas bem legais da cidade, especialmente porque estávamos do lado de tudo, então em pouco tempo deu para passear bem. A primeira atração imperdível é o Palácio Real de Madrid ( ou Palácio de Oriente). O palácio foi residência do Rei da Espanha durante a Segunda República Espanhola. Tem 135 mil metros quadrados e quase 4500 quartos! É o maior palácio real da Europa!

Antes dele, naquele mesmo lugar, ficava o Palácio Alcázar de Madrid, que foi destruído em um incêndio de três dias em 1734. Atualmente, o palácio ainda é a residência oficial do rei da Espanha (atualmente o rei é o Filipe VI, desde 2014). Apesar disso, o rei usa o palácio apenas em comemorações especiais.

Em frente ao palácio está a Catedral de Santa María la Real de la Almudena (ou Catedral de Almudena), outra belíssima atração de Madrid. Aproveita a ida no palácio para conhecer a igreja também.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Jardins do Retiro de Madrid

O Parque de el Retiro é enorme e tem muita coisa para se ver. O bairro retiro tem muitas coisas legais. Só o passeio pelos jardins já valem a visita e tomam um bom tempo. Uma dica aqui é alugar uma bicicleta para poder aproveitar mais o parque. Você pode alugar uma na Diverbikes, em frente a uma das entradas do parque.

Dentro do parque, aproveite para conhecer o seu cartão postal, o Palácio de Cristal. Construído em 1887, o palácio é na verdade uma estufa, feita para cultivar e manter plantas exóticas. Hoje, apresenta exposições de obras de arte.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No meio do parque, procure pelo Centro Polideportivo Municipal Estanque Del Retiro. Está na beira da água e é um bom ambiente para sentar e aproveitar o parque.

o-que-conhecer-em-Madrid-parque-do-retiro

Centro Polideportivo Municipal Estanque Del Retiro.

Os arredores do parque também guardam muitas atrações para você conhecer. Aproveite para visitar a Puerta de Alcalá, a Fuente de Neptuno, a Fuente de Cibeles e o Real Jardín Botánico. Para quem gosta de museus, aproveite também para conhecer o Museu Nacional del Prado e o Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia, também nos arredores do parque.

Puerta del Sol

É o ponto principal do centro de Madrid, juntamente com a Plaza Mayor. Tem uma estação de trem e metrô enorme, chamada Sol, e recebe milhares de pessoas todos os dias. Nos arredores da praça tem várias lojas, galerias e shoppings e é um pedaço muito bem abastecido de restaurantes e bares. Na Puerta del Sol vimos vários artistas de rua se apresentando com plateia cheia. O prédio que marca a praça é a Real Casa de Correios e rende fotos lindas.

Real Casa de Correios.

Plaza Mayor

Outro ponto principal da cidade é a Plaza Mayor. Fica quase do lado da Puerta del Sol e tem os mesmos benefícios da região, com lojas, restaurantes e ruas lindas.

Plaza Mayor.

Bem ao lado da praça fica o Mercado San Miguel. O mercado é um charme e tem comidas deliciosas e típicas espanholas. Mesmo para quem não pretende comer nada por lá, recomendo a visita! O mercado é lindo e a região que ele fica também é.

Perto do mercado também fica o Museu do Jamón, com espécie de pequenos açougues dentro. Parece um mercado também feito para os amantes de carne desde 1978. Eu e o Nic somos os próprios amantes de carne, então adoramos entrar no Museu del Jamón.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nós estamos sempre atualizados com as melhores dicas para viajar barato! Coloque seu nome e e-mail abaixo para receber gratuitamente novas publicações do Diário de Navegador em sua caixa de entrada! 😀

Não vai ficar fora dessa, né?

Templo de Debod

Um pouco mais pra cima, dentro do enorme Parque del Oeste, está o Templo de Debod. Ele é um dos poucos registros arquitetônicos egípcios fora do Egito e o único deste tipo na Espanha. O templo foi construído no século IV para reverenciar o Deus Amun originalmente no Egito, próximo ao Rio Nilo.

O templo chegou a ser submerso pelo rio e teve seus desenhos na parede quase totalmente apagados pela água. Em 1961, na época da construção da nova represa de Assuão, cidade onde ficava o templo, as suas pedras foram desmontadas e transferidas para a ilha Elefantina, também no Egito.

Em 1968, o templo foi doado a Espanha como forma de gratidão pelo auxílio no salvamento dos templos de Abu Simbel. Em 1972, o templo estava completamente remontado em Madrid, pedra por pedra e foi inclusive instalado no seu interior um ar condicionado quente para recriar a atmosfera seca do seu lugar de origem. A água ao redor simboliza o Rio Nilo.

É um ótimo lugar para assistir o pôr do sol!

Bairro La Latina

O bairro La Latina é puro charme. Acredita-se que o nome La Latina tenha vindo do hospital fundado pela professora de latim da Rainha Isabel II, a Beatriz Galindo, mais conhecida por “La Latina”. O bairro é repleto de bares, restaurantes, igrejas e feirinhas de domingo.

Comece seu passeio pela Basílica de São Francisco, o Grande. Depois, aproveite para subir a Carrera de San Francisco curtindo a paisagem. Assim, você chegará até a Igreja de San André construída no século XVII. Ali está também o Museu de San Isidro ou o Museu das Origens que conta a história do padroeiro da cidade e da própria evolução urbana de Madrid. A entrada é gratuita.

Conheça também a Plaza Cebada e seu mercado de 1868 e a Plaza Coscorro (onde acontece todos os domingos a feira do rastro).

Aproveite também para comer em algum dos restaurantes da região. Recomendamos o Lamiak, uma taverna vasca famosa pelo seu “pintxos”, um pão com queijo, frutos do mar, embutidos, pastinhas e o que mais puder ser colocado. São baratos e alimentam bem. Na rua Calle Cava Baja aproveite os barzinhos e o clima do bairro. É um passeio bem gostoso.

Day trips de Madrid

Graças a boa localização da capital em relação à outras cidades espanholas, Madrid permite que você faça passeios bate e volta a outras cidades encantadoras da Espanha. O benefício desses passeios é que você não precisa ficar procurando hospedagem em qualquer lugar e não precisa ficar carregando todas as suas coisas para cada passeio que faz. É uma grande praticidade!

Toledo, Espanha

Sou muito suspeita a falar de Toledo. É a cidade espanhola que eu mais tinha vontade de conhecer desde pequena! Um dos meu livros favoritos remonta uma história na época da inquisição espanhola e passa por Toledo. Para quem tem interesse, o livro é O último judeu: Uma história de terror na Inquisição, escrito pelo Noah Gordon. O personagem principal se chama Yonah Toledano. Preciso falar mais? rs

Toledo já foi capital da Espanha e dominada por três religiões diferentes, o islamismo, o catolicismo e o judaísmo. Fizemos um post só de Toledo! Confira o post aqui.

Ávila, Espanha

Ávila tem cerca de 60 mil habitantes e fica a 90 km de Madrid. Foi parte do Império Romano e depois dominada pelos árabes e tem muito coisa histórica para oferecer. Só as muralhas da cidade já valem a visita! A muralha tem 2,5 km de extensão e possui 88 torres redondas, uma a cada 20 metros e várias entradas. A portas de Alcazar e de S. Vicente são as mais monumentais.

Aproveite para conhecer sua catedral em estilo gótico e as várias igrejas belíssimas espalhadas pela cidade. Andar pelas ruelas antigas é o grande objetivo do passeio. Se você gosta de história, é um excelente passeio.

Como chegar

De ônibus, Ávila fica a 1h30 de Madrid. Basta pegar um ônibus na estação Madrid Estacion Sur da empresa Avanza. Já de trem, a viagem gasta umas 2h. Saindo da estação Puerto del Sol em Madrid pela empresa alemã Bahn.

Cuenca, Espanha

Cuenca é a capital da província homónima, com 45 mil habitantes. Sua grande atração são as casa penduradas e o posicionamento da cidade em desfiladeiros formados pela junção de dois rios na região. Sua catedral gótica também merece uma visita!

Como chegar

Estando a 187 km de Madrid, a melhor opção é ir de trem. O trajeto gasta menos de 1 hora e também pode ser comprado com a empresa alemã Bahn. A Renfe também costuma fazer esse trajeto. Ir de ônibus com a Avanza também é uma opção, só demora um pouco mais, cerca de 2 horas de viagem.

Segóvia, Espanha

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com um pouco mais de 50 mil habitantes, Segóvia é muito famosa pelo aqueduto romano feito de pedra. Sua catedral e o alcázar também são muito famosos. O prato típico da cidade é um leitão assado temperado apenas com água e sal.

Como chegar

Dá para ir de trem pela Renfe com apenas 45 minutos de viagem. De ônibus o trajeto dura cerca de 1h10 e é feito pela empresa La Sepulvedana.


Se você gostou desse post e quer dar uma olhadinha nele outras vezes, salva a imagem abaixo no seu painel de viagens no Pinterest! 😀

Planejando uma visita pela encantadora e histórica capital espanhola? Descubra com o Diário de Navegador o que conhecer em Madrid!

E aí, curtiu? Compartilhe com seus amigos!

Conte pra gente como foi sua viagem para Madrid!

Lembre-se que o DDN está aberto a críticas e sugestões via Facebook, comentários e através do nosso contato direto.

Compartilhe suas ideias