Saiba onde se hospedar em Paris

Hospedagem em Paris é um assunto delicado. A melhor hospedagem vai variar de acordo com o estilo de viagem que você escolher. Para cada tipo de viajante, existe uma hospedagem mais adequada que a outra. Mas para te ajudar nessa difícil tarefa, selecionamos algumas localizações que não tem erro! Então descobra com a gente onde se hospedar em Paris!

Se estiver em lua de mel, provavelmente estará procurando um bom hotel, bem localizado e que te dê conforto. Se for uma viagem de família, vai procurar um hotel de boa localização e um bom preço. Se for um mochileiro se aventurando pela capital francesa, vai querer aquele hostel bem localizado ou perto de um metro que tenha um bom preço e seja seguro. Por isso, dividimos esse post em tópicos que te ajudarão a entender a melhor hospedagem para a sua viagem!

Hospedagens de Paris

No geral, se hospedar em Paris é mais caro que na maioria das outras capitais europeias. Tenha isso em mente quando for planejar a sua viagem! A sensação que temos é que as hospedagens são sempre caras quando analisamos o pouco que oferece. Café da manhã incluso, por exemplo, é luxo.

Existem inúmeras hospedagens em Paris, o que torna a busca um pouco longa. Quando estive em Paris com o Nic, pesquisamos bastante e achamos os hostels um pouco caros. Como já era nosso último destino na Europa, o dinheiro estava um pouco contado, mas queríamos uma experiência bem bacana em Paris.

Saiba mais: Tudo o que você precisa saber antes de visitar Paris.

Nossa hospedagem

A nossa solução (que inclusive achei maravilhosa) foi optar por Airbnb. Para quem não conhece, o Airbnb é um site onde as pessoas cadastram um quarto, um apartamento inteiro ou até mesmo casas inteiras para aluguel por diária. Você pode entrar, pesquisar pela faixa de preço, localização e encontrar a melhor opção para sua viagem.

Depois de pesquisar bastante, encontramos hostels com quartos coletivos por cerca de 25 euros a diária para cada. Pesquisando pelo Airbnb, encontramos um apartamento (beeeem pequeno) só para nós dois por mais ou menos o mesmo preço para cada.

O apartamento tinha um sofá cama confortável de frente para um móvel com televisão, que ficava ao lado do chuveiro. Do lado do sofá, tinha uma mesinha para duas pessoas e a cozinha com fogão, micro-ondas, frigobar e demais artigos de cozinha. O banheiro era do lado de fora, comum para o andar (mais 2 apartamentos). É estranho, porque parece um hostel, mas funcionou bem!

As vantagens foram o fota de não ter mais ninguém para dividir o quarto ou até mesmo o resto do apartamento e poder cozinhar por lá, que nos gerou uma grande economia com alimentação.

Saiba mais: Como economizar em Paris.

A dica do Airbnb serve tanto para mochileiros, como foi o nosso caso, quanto para famílias e casais que querem conhecer a cidade. Tudo vai depender do quanto você está disposto a pagar! Existem apartamentos maravilhosos no Airbnb!

O Diário de Navegador ainda te dá uma brinde para aproveitar essa hospedagem gastando ainda menos!

A melhor região de Paris para se hospedar

Paris é dividida em 20 arrondissements, que são círculos imaginários que formam uma espécie de bairro. Quando menor o número, mais central é o arrondissements e consequentemente mais bem localizado. O primeiro arrondissements é onde está o Museu do Louvre e a Notre-Dame, por exemplo. Além dessa numeração, existem tamém os bairros como conhecemos. As vezes eles estão por completo dentro de um arrondissements e às vezes ele está entre dois arrondissements. 

Para quem quiser conferir quais são os 20 arrondissements, existe um link que foi criado no Google para ilustrar melhor. Clique no link na legenda para poder se movimentar pelo mapa.

Mapa dos arrondissements de Paris.

Confira o mapa aqui: https://goo.gl/1HH3uK

Nós nos hospedamos perto da estação de metrô Place de Clichy, próximo ao Moulin Rouge. A região é bem bacana e não é muito cara. É uma boa opção para quem pretende ficar em hostel. Já ouvi muito que ficar hospedado perto da Sacré-Couer ou para cima dela é um pouco perigoso. No entanto, a região de Montmartre é uma das mais bacanas de Paris para comer e viver a vida noturna. Montparnasse é ainda melhor, uma das melhores de Paris na minha opinião, mas também é cara para se hospedar.

A melhor região, com certeza, é a mais central e perto das grandes atrações e do Rio Sena. Mas prepare para pagar bem caro!

Aqui vale lembrar um detalhe! Paris tem inúmeras estações de metrô! É quase impossível andar um quarteirão sem trombar com uma. É uma facilidade enorme, pois além de super confortáveis, passam a cada 5 minutos e te levam para a cidade inteira! Compre o passe de metrô ou o Paris Pass e se transporte com facilidade por Paris.

Nós estamos sempre atualizados com as melhores dicas para viajar barato! Coloque seu nome e e-mail abaixo para receber gratuitamente novas publicações do Diário de Navegador em sua caixa de entrada! 😀

Não vai ficar fora dessa, né? 😉

Para quem quer um hotel bem localizado

Para quem quer se hospedar no coração de Paris e parto da zona turística, pode optar por hotéis como o Timhotel Le Louvre, que fica perto do Museu do Louvre ou pelo Timhotel Palais-Royal, que fica um pouco mais pra cima, mas ainda muito bem localizado. São hotéis na menos faixa de preço para essa localização.

Pesquise também pelo Hôtel de la Place du Louvre – Esprit de France, que é um pouco mais clássico ou o Best Western Ducs de Bourgogne também muito bem localizado. Para quem vai com crianças, vi muita recomendação boa do Novotel Paris Les Halles, mas já é um pouco mais caro. Também na faixa um pouco mais cara e luxuosa, tem o aparthotel Citadines Les Halles Paris.

Para quem quer um bom hostel

Acompanho muitas indicações de hostel em Paris e sempre me deparo com alguns de boas recomendação. O primeiro deles é o St Christopher Gare du Nord. É afastado do centro, mas do lado de uma das estações de trem e claro, perto do metrô. Parece ser um dos preferidos entre os mochileiros que não querem pagar muito caro. É um dos poucos que oferece café da manhã.

Pesquise também pelo Appi Hotel, que é um hotel mais low coast. É super bem localizado! O Woodstock Hostel Montmartre também está bem localizado dentro do bairro e está próximo a Gare du Nord. Um pouco mais afastado, mas ainda bem falado, está o Generator Hostels, que faz parte de uma rede que existe por várias cidades da Europa. Por fim, pesquise também o Trendy Hostel, também elogiado pelos mochileiros, apesar de ser o mais afastado de todos.


Para quem quer uma viagem realmente barata, exista ainda a opção de Couch Surfing, se hospedando na casa de outras pessoas. Apesar de ser uma opção gratuita, lembre-se que ser hóspede na casa de um desconhecido exige seguir algumas regrinhas de boa convivência e pode te tomar um pouco do tempo de passear. Ao mesmo tempo, pode te render um “guia” local.

Saiba mais: Hospedagem grátis pelo mundo: o que é Couchsurfing.


Se você gostou desse post e quer dar uma olhadinha nele outras vezes, salve a imagem abaixo no seu painel de viagens no Pinterest! 😀

Hospedagem em Paris é um assunto delicado já que os preços costumam ser bem altos. Então descobra com o Diário de Navegador onde se hospedar em Paris!

 

E você? Tem alguma sugestão de hospedagem em Paris para compartilhar? Conta pra gente!

Lembre-se que o DDN está aberto a críticas e sugestões via Facebook, comentários e através do nosso contato direto.

Compartilhe suas ideias