O que conhecer em Verona: um passeio pela terra de Romeu e Julieta

Arena de Verona, Itália - O que conhecer em Verona

Uma das mais famosas cidades na região de Veneto, é a clássica cidade palco da história de Romeu e Julieta. Verona está localizada perto de Veneza e acaba sendo uma ótima opção para quem já está visitando a região. O próprio slogan oficial da cidade já indica: “Si ami qualcuno portalo a Verona” (Se você ama alguém traga-o a Verona)! Então descubra com o Diário de Navegador, o que conhecer em Verona e planeje sua viagem!

Verona é um grande misto de épocas diferentes que culminaram na cidade atual. Não sabemos exatamente quando a cidade foi fundada oficialmente, mas existem muitos vestígios de construções romanas. A cidade ficou muito famosa para turismo por ser a cidade que se passa a história de Romeu e Julieta, mas Shakespeare ainda tem outra duas histórias muito famosas que também se passaram em Verona: Dois Cavalheiros de Verona e a Megera Domada. Não preciso nem falar como a cidade é especial, né?

Descubra o que conhecer em Veneza!

A cidade sempre foi uma das mais ricas da região e atraía a atenção de outras nações. Durante os séculos XIII e XIV, foi dominada pela poderosa família Scaligeri, que também deixou vários traços de arquitetura medieval pela cidade. Após a queda da família, Verona passou a ser disputada por seus vizinhos milaneses, venezianos, austríacos e franceses. A disputa só se encerrou com a unificação italiana em por volta de 1866.

Como chegar

A cidade é bem conectada de ônibus e trem, como várias cidades de médio porte na Itália. Para chegar até Verona, consulte as principais empresas de transporte da Itália: Trenitalia e ItaloTreno, para trens e Megabus, Flixbus, Buscenter.it e Baltour para ônibus. Você pode fazer a comparação de preços de ônibus nesse site.

Fiz o trajeto Bolonha – Verona por EUR 9 pela Trenitalia. Saindo de Milão, vale a pena olhar se não tem nenhuma promoção de ônibus também, pois as vezes aparecem umas passagens ainda mais em conta. A cidade está a mais ou menos 1 hora de Bolonha, 2 horas de Milão e 1 hora de Veneza.

Saiba mais: Bolonha como a cidade base para conhecer o norte da Itália.

Onde se hospedar

Dependendo de onde você está, não tem muita necessidade de se hospedar em Verona. Na minha viagem partindo de Bolonha, como o trajeto foi muito rápido, consegui conhecer tudo em dia só e voltei para dormir em Bolonha. Vale lembrar que visitei Verona no verão, então tive um dia um longo. Pode ser diferente se você vai no inverno. Ainda assim, acho que um dia já dá para conhecer as belezas da cidade!

Para quem deseja se hospedar, dá pra fugir do centro histórico e visitar as atrações a pé. Em momento algum usei transporte público na cidade. Caminhei bastante, mas foi uma delicia! Deixe para usar um ônibus só se estiver realmente cansado. Se hospedar próximo a estação de trem pode ser uma boa, pois a região é razoavelmente próxima ao centro histórico e o caminho a pé é bem tranquilo.

Confira outras hospedagens baratas na Itália aqui:



Booking.com

Navegador, ao reservar sua hospedagem no Booking.com por este link acima, o DDN receberá uma pequena comissão. Não se preocupe, você não paga nadinha a mais por isso!

😀

O que conhecer

Confira o site oficial da cidade aqui.

Piazza delle Erbe

É onde fica o antigo fórum no período romano da cidade. Hoje, é marcada também por construções renascentistas com direito a afrescos nas paredes, uma técnica usada para deixar as paredes mais coloridas, pintando-as enquanto estavam úmidas. Aproveite para subir na Torre dei Lamberti e ter uma vista incrível da cidade!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Arena de Verona

É um anfiteatro conhecido como o “Coliseu de Verona”, considerado o terceiro maior da Itália. Várias apresentações musicais acontecem na Arena, desde o período da Renascença. É só clicar aqui. para conferir a programação oficial.

Preço: EUR 10 para a visitar a Arena fora do horário de apresentações, pois são entradas diferentes. É possível comprar o bilhete para as apresentações antecipado pelo site aqui.

Os corredores internos da Arena foram a parte que mais me chamou a atenção. Por dentro, o chão estava coberto e haviam várias cadeiras modernas já colocadas, pois iria acontecer uma apresentação de ópera mais tarde no mesmo dia. Então achei os corredores a parte mais legítima da Arena.

Horário de funcionamento: das 9h às 12h e depois das 15:15 às 17:45. Aos sábados das 9h às 12h. Não abre no domingo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Piazza Brà

É a maior praça de Verona. É também o ponto de encontro entre as pessoas e um ótimo lugar para tomar um café. A praça é movimentada e está ao lado da Arena de Verona, do Palazzo della Gran Guardia, onde acontece grandes eventos culturais e o Palazzo Barbieri, sede da prefeitura da cidade.

Casa da Julieta

A cidade ficou conhecida por ser a terra de Romeu e Julieta. Mas o que muitas pessoas não sabem, é que as duas famílias, os Montecchi e os Capuleti, realmente existiram. Não se sabe se a história é verdadeira, mas a história já era contada em Verona antes de ser eternizada por Shakespeare.

O palácio dos Capuleti acabou se tornando um ponto turístico e é conhecido hoje como a Casa da Julieta. A varanda que existe na casa é hoje a varanda da Julieta e existe um pequeno museu e uma estátua da Julieta no térreo. Diz a lenda, que se você pegar no seio direito dela, terá sorte na vida e no amor. Existe também uma parede de entrada da casa toda assinada. Ali, estão os nomes de casais que também desejam sorte no seu amor.

O suposto túmulo de Julieta está na cripta da Igreja San Francesco al Corso. A visita é paga. Para obter informações sobre horário de abertura e preço do ingresso, clique aqui.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Castelvecchio e Ponte de Castelvecchio

Construído em 1375 à mando de Cangrande II (um dos Scaligeri que governou Verona), foi criado para servir de residência e fortaleza para sua família. Sua aparência de hoje do lado de fora, é a mesma desde o século XIV. Já do lado de dentro, foi alterado para se instalar um museu de arte muito famoso na região. Saiba mais sobe o museu, preço e horário de funcionamento aqui.

Na minha opinião, mais bonito que o castelo, é a sua ponte. Mesmo no verão, a água é ainda gelada, mas vale a pena colocar o pé enquanto admira a estrutura da ponte. A princípio, a ponte era de uso exclusivo da família. Ela foi bombardeada durante a segunda guerra e reconstruída depois.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nós estamos sempre atualizados com as melhores dicas para viajar barato! Coloque seu nome e e-mail abaixo para receber gratuitamente novas publicações do Diário de Navegador em sua caixa de entrada! 😀

Não vai ficar fora dessa, né?

Arco dei Gavi

Chegando no Castelvecchio, está o Arco dei Gavi, datado da metade do século I. É mais um dos belos detalhes arquitetônicos deixados pelos romanos. Existem também algumas “portas” da cidade também do período de dominação romana. O arco é simples, mas é uma bela demosntração da história antiga de Verona. Como está bem perto do Castelvecchio e do centro histórico, vale muito a pena parar para conhecer!
Arco dei Gavi em Verona, Itália - O que conhecer em Verona

Teatro Romano

Atravessando a linda Ponte Pietra ou Ponte de Pedra, está a entrada do Teatro Romano. Assim como outras pontes, foi destruída durante s Segunda Guerra, mas esta foi refeita usando os materiais originais. O Teatro além de ser uma construção belíssima, tem uma vista incrível da cidade!

Existe também o espaço de teatro com um palco moderno, muito usado para shows. Acredita-se que foi na colina em que se encontra o Teatro que Verona surgiu, antes mesmo dos romanos.

Preço: EUR 4,50. Para estudantes, grupos acima de 20 pessoas ou menores de 30 anos, a entrada é EUR 3. Para quem visitar Verona no primeiro domingo do mês, a entrada é EUR 1. 

Horário de funcionamento: de terça a domingo das 8:30 às 19:30. Nas segundas das 13:30 às 19:30. Mas em todos os dias você pode entrar até às 18:30.

Confira o site com preços e horários aqui.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Piazza dei Signori

É também conhecida como Piazza Dante, pois bem no meio da praça existe uma estátua em homenagem a Dante Alighieri, escritor e poeta italiano famoso pela obra da Divina Comédia, datada de 1865. A estátua tem 3 metros de altura e foi esculpida em mármore branco de Carrara, cidade da Toscana.

Na praça, está também o Palazzo degli Scaligeri, que hoje abriga a sede da Província de Verona.

O-que-conhecer-em-Verona-Piazza-dei-Signori-Itália
Estatua de Dante Alighieri.

DICA: Para chegar até a Piazza delle Erbe e para a casa da Julieta, siga pela Via Giuseppe Mazzini. É uma rua cheia de lojas em construções mais antigas, que remonta um centro histórico lindíssimo. Logo no início da rua, saindo da Arena de Verona, tem uma fonte água potável. Para quem viaja com garrafinha, este é o ponte para abastecê-la!


Em Verona também existe um daqueles famosos passes para atrações turísticas, o Verona Card. De acordo com o site oficial, existem as opções do cartão para 24 horas e para 48 horas (que começam a vale a partir do primeiro uso). Ele inclui as atrações turísticas da cidade e também o transporte público.

Eu não comprei o cartão, pois não usei transporte público, já que fiz tudo a pé e paguei apenas para entrar no Teatro Romano e na Arena de Verona. Mas pode ser uma opção muito boa para quem pretende visitar tudo e utilizar o transporte! Faça as contas de tudo o que quer visitar e compare com o preço do cartão.

Cartão para 24 horas: EUR 18.

Cartão para 48 horas: EUR 22.


Se você gostou desse post e quer dar uma olhadinha nele outras vezes, salve a imagem abaixo no seu painel de viagens no Pinterest! 😀

Você conhece a clássica cidade palco da história de Romeu e Julieta? É encantadora! Descubra o que conhecer em Verona e planeje sua viagem!

E você? Já esteve em Verona? Conte pra gente!

Lembre-se que o DDN está aberto a críticas e sugestões via Facebook, comentários e através do nosso contato direto.

Escrito por
Mais de Mar Falco

Qual a diferença entre seguro viagem e seguro saúde?

Mesmo para viajantes experientes, as definições e conceitos ligados aos seguros podem...
Leia Mais

4 Comentários

  • Oi,

    Quase fui em Pula, mas resolvi não demorar tanto para chegar em Bologna : (
    De qualquer jeito, todos esses anfiteatros depois foram usados como moradia, inclusive o próprio Coliseu.
    Verona é muito interessante mesmo, meu prof de literatura italiana contemporânea falou muito sobre a cidade, porque um dos livros que lemos se passava lá. Dá vontade de voltar.

    Beijos

    • Oi Júlia!

      Qual livro? Fiquei até curiosa!
      Dá vontade de voltar mesmo. Verona foi uma das cidades mais bacanas que conheci na Itália! Fiquei encantada com a arquitetura da cidade. Acho que não esperava ver tudo aquilo haha

      Beijos

    • Oi Julia! Corrigido 🙂
      Sabemos que a arena, mesmo sem data de construção definida, é muito antiga. Pelo que vi, analisaram várias arenas do mesmo estilo (tipo o Anfiteatro de Pula, na Croácia) e acabaram chegando a conclusão que sua construção foi por volta do século I.
      Adoraríamos ouvir de uma historiadora como você um pouco mais sobre Verona! Historicamente ela é muito interessante!
      Comente mais por aqui!
      Beijos!

Compartilhe suas ideias